COMUNIDADE

Só este mês, duas comunidades de Maceió foram beneficiadas com o Vida Nova nas Grotas
Programa eleva a qualidade de vida dos moradores de mais de cinquenta comunidades da capital, favorecendo aproximadamente 1700 pessoas



O Governo de Alagoas segue ampliando as ações do programa Vida Nova nas Grotas. Nos primeiros dias de 2020, a Eldorado, no Feitosa, e a Belo Monte, no Jacintinho, tiveram as melhorias de mobilidade urbana inauguradas e devidamente entregues à população. Até agora, cerca de 1700 moradores de grotas foram beneficiados pelo programa coordenado pela Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand).

A grota Eldorado recebeu investimento de R$ 1,8 milhão em recursos próprios do Governo e foi contemplada com cerca de 420 metros de escadaria e quase dois quilômetros de corrimão, além da implantação de mais de 150 metros de canaleta e mais de 150 metros de muros de contenção que garantem mais segurança aos moradores. A comunidade recebeu ainda equipamentos de esporte e lazer – parque infantil, academia ao ar livre e quadra de esportes – e equipamentos de convívio social urbano, além de horta comunitária.

Seu Morais, que mora nos arredores da grota Eldorado, ressalta a importância do programa na comunidade. “A palavra para descrever o sentimento de ver essa obra concluída é gratidão. Espero que a gente tenha sabedoria para usufruir da melhor maneira essas benfeitorias. Esse investimento é em nossas vidas, o Governo investe em pessoas, e essa obra é uma prova disso”, diz.

 

Já a grota Belo Monte, no Jacintinho, que teve um investimento de mais de R$ 620 mil, recebeu cerca de 530 metros de escadaria, 280 metros de corrimão, 270 metros quadrados de passeio e 110 metros de canaleta, que facilitam o escoamento das águas pluviais na comunidade. A dona Maria de Lourdes, moradora da Belo Monte há mais de 20 anos, afirma que houve uma mudança significativa depois que o Vida Nova nas Grotas passou pela comunidade. “Antes aqui era só barro. Atrapalhava até as crianças de brincar porque, quando chovia, fazia muita lama. Graças a Deus as obras chegaram e melhorou muito. Agora tá tudo mais bonito”, afirma.

O Programa

O Vida Nova nas Grotas tem parceria com o programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e reconhecimento internacional por ser um dos vencedores do concurso Gobernarte: A Arte do Bom Governo – Prêmio Eduardo Campos concedido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) na edição do ano passado.

A iniciativa busca elevar a qualidade de vida dos moradores das comunidades por meio de obras estruturantes, oficinas, palestras e estratégias de desenvolvimento econômico e social, e já beneficia 54 comunidades em todos os cantos da capital alagoana.

Já a grota Belo Monte, no Jacintinho, que teve um investimento de mais de R$ 620 mil, recebeu cerca de 530 metros de escadaria, 280 metros de corrimão, 270 metros quadrados de passeio e 110 metros de canaleta, que facilitam o escoamento das águas pluviais na comunidade. A dona Maria de Lourdes, moradora da Belo Monte há mais de 20 anos, afirma que houve uma mudança significativa depois que o Vida Nova nas Grotas passou pela comunidade. “Antes aqui era só barro. Atrapalhava até as crianças de brincar porque, quando chovia, fazia muita lama. Graças a Deus as obras chegaram e melhorou muito. Agora tá tudo mais bonito”, afirma.

O Programa

O Vida Nova nas Grotas tem parceria com o programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e reconhecimento internacional por ser um dos vencedores do concurso Gobernarte: A Arte do Bom Governo – Prêmio Eduardo Campos concedido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) na edição do ano passado.

A iniciativa busca elevar a qualidade de vida dos moradores das comunidades por meio de obras estruturantes, oficinas, palestras e estratégias de desenvolvimento econômico e social, e já beneficia 54 comunidades em todos os cantos da capital alagoana.

Já a grota Belo Monte, no Jacintinho, que teve um investimento de mais de R$ 620 mil, recebeu cerca de 530 metros de escadaria, 280 metros de corrimão, 270 metros quadrados de passeio e 110 metros de canaleta, que facilitam o escoamento das águas pluviais na comunidade. A dona Maria de Lourdes, moradora da Belo Monte há mais de 20 anos, afirma que houve uma mudança significativa depois que o Vida Nova nas Grotas passou pela comunidade. “Antes aqui era só barro. Atrapalhava até as crianças de brincar porque, quando chovia, fazia muita lama. Graças a Deus as obras chegaram e melhorou muito. Agora tá tudo mais bonito”, afirma.

O Programa

O Vida Nova nas Grotas tem parceria com o programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e reconhecimento internacional por ser um dos vencedores do concurso Gobernarte: A Arte do Bom Governo – Prêmio Eduardo Campos concedido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) na edição do ano passado.

A iniciativa busca elevar a qualidade de vida dos moradores das comunidades por meio de obras estruturantes, oficinas, palestras e estratégias de desenvolvimento econômico e social, e já beneficia 54 comunidades em todos os cantos da capital alagoana.

Já a grota Belo Monte, no Jacintinho, que teve um investimento de mais de R$ 620 mil, recebeu cerca de 530 metros de escadaria, 280 metros de corrimão, 270 metros quadrados de passeio e 110 metros de canaleta, que facilitam o escoamento das águas pluviais na comunidade. A dona Maria de Lourdes, moradora da Belo Monte há mais de 20 anos, afirma que houve uma mudança significativa depois que o Vida Nova nas Grotas passou pela comunidade. “Antes aqui era só barro. Atrapalhava até as crianças de brincar porque, quando chovia, fazia muita lama. Graças a Deus as obras chegaram e melhorou muito. Agora tá tudo mais bonito”, afirma.

O Programa

O Vida Nova nas Grotas tem parceria com o programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e reconhecimento internacional por ser um dos vencedores do concurso Gobernarte: A Arte do Bom Governo – Prêmio Eduardo Campos concedido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) na edição do ano passado.

A iniciativa busca elevar a qualidade de vida dos moradores das comunidades por meio de obras estruturantes, oficinas, palestras e estratégias de desenvolvimento econômico e social, e já beneficia 54 comunidades em todos os cantos da capital alagoana.

Já a grota Belo Monte, no Jacintinho, que teve um investimento de mais de R$ 620 mil, recebeu cerca de 530 metros de escadaria, 280 metros de corrimão, 270 metros quadrados de passeio e 110 metros de canaleta, que facilitam o escoamento das águas pluviais na comunidade. A dona Maria de Lourdes, moradora da Belo Monte há mais de 20 anos, afirma que houve uma mudança significativa depois que o Vida Nova nas Grotas passou pela comunidade. “Antes aqui era só barro. Atrapalhava até as crianças de brincar porque, quando chovia, fazia muita lama. Graças a Deus as obras chegaram e melhorou muito. Agora tá tudo mais bonito”, afirma.

O Programa

O Vida Nova nas Grotas tem parceria com o programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e reconhecimento internacional por ser um dos vencedores do concurso Gobernarte: A Arte do Bom Governo – Prêmio Eduardo Campos concedido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) na edição do ano passado.

A iniciativa busca elevar a qualidade de vida dos moradores das comunidades por meio de obras estruturantes, oficinas, palestras e estratégias de desenvolvimento econômico e social, e já beneficia 54 comunidades em todos os cantos da capital alagoana.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



COMUNIDADE  |  04/09/2020 - 19h





COMUNIDADE  |  31/07/2020 - 15h


COMUNIDADE  |  25/07/2020 - 15h