POLICIA

Polícia resgata menina de 10 anos amarrada pela mãe em uma cadeira
Gritos da criança sensibilizaram os vizinhos. Acusada teria reagido contra os policiais



A polícia na cidade de Arapiraca, Agreste de Alagoas, vai investigar a mãe da criança que mantinha a filha, de 10 anos, amarrada com cordas, em uma cadeira.

O flagrante aconteceu na quarta-feira (8), na residência onde a menina mora com a família, na Rua Maria do Amparo Ribeiro.

Revoltados com os gritos de socorro da criança, vizinhos pediram ajuda a uma equipe do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp), que fazia rondas nas proximidades.

Ao chegarem no endereço os policiais também ouviram os gritos e diante do portão do imóvel está fechado e ninguém atender, foram obrigados arrombarem e entrarem. Dentro da casa estava a criança sentada e amarrada em uma cadeira, com os pés e mãos amordaçados. Os policiais também confirmaram que haviam hematomas no corpo da menor, suspeitando-se que ela tenha sido agredida.

Para surpresa dos policiais a mãe, de 49 anos, também estava dentro de casa e teria reagido a voz de prisão, sendo necessário algema-la.

A mulher foi levada para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Palmeira dos Índios, onde foi lavrado um auto de prisão em flagrante por maus tratos e abandono de capaz, enquanto que a filha foi entregue para o Conselho Tutela de Arapiraca, que procurou parentes da menina a fim de que assumam a guarda.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM