ECONOMIA

Novos aprovados recebem o auxílio emergencial nesta quarta-feira
1ª parcela do benefício será depositada para 2,5 milhões de brasileiros




Novos aprovados recebem o auxílio emergencial nesta quarta

A Caixa Econômica Federal (CEF) credita nesta quarta-feira (17) a primeira parcela do Auxílio Emergencial para os demais aprovados do terceiro lote do benefício, inscritos por meio do site e do aplicativo do programa.


Na terça-feira, receberam 2,4 milhões de novos aprovados nascidos nos meses de janeiro a junho. Nesta quarta, é a vez dos 2,5 milhões de novos aprovados nascidos entre julho e dezembro.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.


Também nesta quarta, a Caixa começa a pagar a terceira parcela do Auxílio para os beneficiários do Bolsa Família. Os pagamentos são feitos da mesma forma que o Bolsa. Os primeiros a receber são os que têm NIS terminado em 1.


Depósito em poupança digital e restrição para saque e transferências

Diferente dos aprovados no primeiro e segundo lotes, os novos beneficiários vão receber a primeira parcela já por meio de conta poupança digital da Caixa - mesmo os que têm conta em banco.

A poupança digital não permite transferências inicialmente - apenas pagamento de contas, de boletos e compras por meio do cartão de débito virtual. Transferências para outras contas e saques só serão liberados a partir de 6 de julho.


Balanço

Até o último sábado (13), a Caixa Econômica Federal (CEF) já havia pagado R$ 76,6 bilhões em Auxílio Emergencial, para 56,6 milhões de beneficiários. Ao todo, foram 108,5 milhões de pagamentos, uma vez que muitos beneficiários já receberam a segunda parcela de R$ 600.

Ainda segundo a Caixa, foram processados pela Dataprev 106,3 milhões de cadastros, dos quais 64,1milhões foram considerados elegíveis - destes, 19,2 milhões de beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões do Cadastro Único e 34,4 milhões de trabalhadores que se inscreveram por meio do site e do aplicativo do programa.


Outros 973,2 mil cadastros feitos pelo app e site estão em reanálise.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM